Escrever é viver duas vezes um bom Momento.
Antonio C Almeida
SOMOS TODOS POETAS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Se rico for
Se envolver com o amor
Quem me terá se não um precipício
Onde se encontra mágoas dos aflitos.
 
Na busca
Sempre existirá uma luz que ofusca
Onde só um cego consegue ver
Cega-me então para poder viver.
 
Da boca que não beijo
Dos olhos que desejo
Revela-se egoísmo no que vejo
Por querer tudo e chegar-me nada.
 
Do que perfaz ficar com a pessoa amada
De sentar além e desejar estar perto
Tão longe deste horizonte desperto
Que caminho próximo do que é deserto.
 
Lágrima cristalina no rosto da menina
Esperança nas andanças de entrar na dança
De um sentimento que desperta carinho
Quem não gostaria de pousar neste ninho.
 
Deixar um coração ardente
Num frio que arde é quente
Sonho viver esta trama
De chegar a dama que ama.

 
Antonio C Almeida
Enviado por Antonio C Almeida em 27/05/2017
Alterado em 03/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários