Escrever é viver duas vezes um bom Momento.
Antonio C Almeida
SOMOS TODOS POETAS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

RETRATO
No universo de meu quarto traço um retrato
Púbere, juvenil, definhado
Que exprime estações que vão ao vento
Todas as idades que perfaz meu tempo.


Como fruto maduro de uma árvore
Que cai e busca sua sorte
Se forte a sorte de vingar semente
Enraizar num solo desconhecido, mas quente.


Erguer como a árvore que veio
Gerar frutos que seguirão nesta corrente
De ser, crescer, sonhar não ser árvore caída
Que poderá, quem sabe, seguir nesta vida.


Do simples ao complexo tudo tem seu nexo
Quando se entrega o amor na esperança da flor
Que brotará a esperança que nos habita
No caminhar ao lado de uma pessoa querida.


No universo de meu quarto traço um retrato
Que limpo, ilumino mesmo acabado
Pela poeira que trazemos desta estrada
Lembranças que guardam vitórias passadas.


ANTONIO C ALMEIDA
 
Antonio C Almeida
Enviado por Antonio C Almeida em 22/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários