Escrever é viver duas vezes um bom Momento.
Antonio C Almeida
SOMOS TODOS POETAS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


UM DIA DE LUZ
 
Hoje levantei cedo
Olhei o espelho sem medo
E enxerguei em cada ruga
Amores que não me deixam culpa.
 
No rádio uma leve música
Da janela uma brisa fria
Trazia o que não desaparece
Bom lembrar o que sempre aquece.

Na luz de um amanhecer com brilho
Nas águas que causam arrepio
Nada melhor que perceber detalhes
Que tornam o melhor entalhe
Na colcha de retalhos
Do bom que não passa espalho.

No ontem que chega hoje
Dum sentimento que decorre açoites
Logo lágrimas se misturam as águas
Que escorrem pelas mãos sem mágoas.

E assim num tanto de paz
Que um belo amanhecer traz
Na promessa de tardes quentes
Coração latente.
Que sente
O que um belo faz na gente.
 
 
Antonio C Almeida
Enviado por Antonio C Almeida em 05/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários